Acidentes com o anzol

Por mais cuidado que o pescador tome, alguns pequenos acidentes, comuns em pescarias, serão inevitáveis e convém que se saiba como proceder para evitar complicações maiores posteriormente. Os acidentes mais comuns nesse esporte são causados pelos anzóis.Vez ou outra o pescador acaba se "fisgando" ou ao seu companheiro. Numa situação dessas o problema maior é retirar o anzol do corpo da pessoa sem aumentar a gravidade do ferimento. Se a farpa do anzol penetrar na carne ele não poderá ser retirado pelo mesmo lugar por onde entrou sem causar um grande estrago. A primeira providência é cortar o anzol, ou garatéia, com um alicate de corte. Feito isso, deve-se procurar um médico para retirá-lo e na impossibilidade de tal, o próprio pescador ou seu companheiro fará isso, do seguinte modo: Empurra-se a parte que sobrou do anzol até que a ponta deste saia em outro local, ao lado do ferimento original. Em seguida puxa-se o anzol pela ponta até que seja totalmente retirado. O ferimento ficará então com duas perfurações, uma por onde entrou o anzol e outra por onde ele saiu, mas em compensação a carne não será dilacerada pela farpa. Esse local deve então ser limpo, desinfetado e aplicado um curativo. Mesmo assim, a assistência, o quanto antes possível, de um médico é necessária, para saber se é preciso tomar algum antibiótico ou antitetânica.

Ver Dica
Barco Hotel ÍndiaPorã II

Considerado por muitos pescadores como um dos barcos mais aconchegantes que navegam no Pantanal, o ÍndiaPorã II é um show de classe e estilo.

Ligue agora (67)-3231-8522
Apartamento em Bombinhas-SC

Se você deseja passar momentos agradáveis na praia, então que seja com muito conforto e elegância. Conheça o novo produto com a qualidade RaquelTur.